Notícias

Voltar

PORTAL DO CONHECIMENTO: NOVA FERRAMENTA PARA FACILITAR O DIA A DIA DE MAGISTRADOS E SERVIDORES DO TRT/RJ

Data de criação: 27//2019 17:14:00

TRT/RJ FAZ LANÇAMENTO OFICIAL DO PORTAL DO CONHECIMENTOMagistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região  participaram, na tarde desta quarta-feira (27/2), da apresentação oficial do “Portal do Conhecimento”, realizada no prédio-sede do Regional. Trata-se de uma nova ferramenta de gestão de conhecimento colaborativa, voltada para os usuários internos do TRT/RJ e acessível pela intranet. Ela permite o compartilhamento de experiências e informações úteis ao dia a dia de trabalho nas diversas unidades do Tribunal, organizadas de forma mais intuitiva.

Coube ao juiz auxiliar da Corregedoria do TRT/RJ, André Villela, explicar os objetivos e o funcionamento do Portal do Conhecimento. Segundo ele, o portal poderá comportar, em princípio, qualquer tipo de conteúdo ligado à atividade-fim do Tribunal, como modelos de despachos, acórdãos, termos de inspeções judiciais, sentenças e outros documentos. 

Uma das premissas adotadas na construção do Portal do Conhecimento foi a de apresentar os conteúdos relacionados à atividade-fim organizados por assunto, visando a facilitar o trabalho do usuário durante sua pesquisa. Ele também é uma ferramenta colaborativa de gestão de conteúdo, que possibilita a cooperação entre as unidades do Tribunal - assim, uma vara do trabalho pode, por exemplo, compartilhar modelos de documentos ou alguma boa prática. O juiz André Villela ressaltou, inclusive, que a ferramenta foi lançada mas está em constante desenvolvimento, pois precisa da atuação participativa de magistrados e servidores para que o conteúdo seja incrementado e aperfeiçoado.

EXEMPLOS DE CONTEÚDO

No Portal do Conhecimento estão reunidas informações úteis sobre produtividade, pendências e alcance das metas pelas varas, disponíveis no menu Painel das Varas. Essas informações podem ser utilizadas para auxiliar na gestão das unidades, pois mostram de forma detalhada e dinâmica os dados mais importantes a serem acompanhados, com legendas e dicas associadas.

Um exemplo disso é a página IDV Detalhado por Vara no Painel das Varas, na qual juiz e o diretor de secretaria têm um panorama visual dos indicadores mais críticos de sua unidade, podendo focar em ações específicas de melhoria relacionadas a eles. Em “Ver detalhes”, o painel mostra a evolução da vara do trabalho em determinado indicador nos últimos meses e uma breve descrição do mesmo, com a sugestão de medida para aprimoramento.

O menu Execução em Bloco concentra em um só local as informações de processos na fase de execução que tramitam em face de uma mesma reclamada, a fim de facilitar a efetivação do direito. Com o auxílio da lista, que destaca o ranking dos 25 executados com mais processos na unidade, cada vara do trabalho poderá promover o tratamento conjunto dos feitos, concentrando esforços e reduzindo o tempo médio de duração da execução.

Outra funcionalidade útil é a Calculadora para Acordo (hospedada na aba "Fase de Conhecimento"), que permite ao magistrado em audiência obter um rápido cálculo do possível valor das parcelas pleiteadas, para tê-lo como base em eventual proposta de conciliação.

NOVIDADES À VISTA

O Portal do Conhecimento já estava disponível desde janeiro deste ano, em fase de testes. O projeto que culminou na elaboração da ferramenta foi patrocinado pela Corregedoria Regional e pela Secretaria-Geral Judiciária, com implementação pela Secretaria de Gestão do Conhecimento do TRT/RJ.

A primeira versão do portal foi customizada para a primeira instância, mas a previsão é de que em breve estejam no ar as versões do segundo grau e da área administrativa. A ferramenta também contará com um blog e um fórum de discussão, que estão em fase de construção.  

Presente à apresentação, o presidente do TRT/RJ, desembargador José da Fonseca Martins Junior, destacou que o Portal do Conhecimento é mais um recurso desenvolvido pelo corpo de servidores do Tribunal, “altamente qualificado e criativo”. A corregedora do Regional fluminense, desembargadora Mery Bucker Caminha, encampou as palavras do magistrado: “Sempre digo que o que temos de melhor é o servidor da Justiça do Trabalho, muito dedicado e comprometido. Tenho certeza de que a gestão atual sempre buscará valorizar o trabalho de todos vocês”.

tela inicial do Portal do Conhecimento
Página inicial do Portal do Conhecimento

Assinatura da AIC