Notícias

Voltar

No Dia Mundial do Meio Ambiente, saiba o quanto o TRT/RJ é ambientalmente responsável

Data de criação: 05/6/2020 08:39:00

O Dia Mundial do Meio Ambiente – comemorado nesta sexta-feira (5/6) – foi criado na década de 70, pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de conscientizar a população mundial sobre a importância da preservação ambiental. Desde então, governos de diversos países, instituições públicas e privadas, assim como a sociedade em geral, estão cada vez mais conscientes da importância do tema e empenhados em tornar o mundo ambientalmente mais responsável e sustentável.

Com o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) não é diferente.  No período de 2015 a 2019, o TRT/RJ reduziu o consumo de papel em 57,9%, por exemplo. O número consta dos resultados do Plano de Logística Sustentável (PLS) do Regional fluminense, documento elaborado anualmente pela Coordenadoria de Disseminação da Segurança do Trabalho e de Responsabilidade Socioambiental (CDIS) em parceria com outras secretarias do Tribunal.

Além da implementação do PJe e do sistema eletrônico de processos administrativos, a economia foi resultado também das campanhas de conscientização sobre o uso responsável do produto, realizadas com os servidores e magistrados. A redução no consumo de papel representou ao TRT/RJ, no mesmo período, uma economia de 30% de recursos para os cofres públicos. A mesma conjuntura resultou na diminuição do gasto com a aquisição de suprimentos de impressão (cartuchos de tinta, toners, entre outros) em 58,4%.

Também no período de 2015 a 2019, o consumo de energia elétrica no TRT/RJ foi reduzido em 28,2% (o que representa uma redução de despesas de 9,3%) e o consumo de água diminuiu 9,4%.

Outros números podem ser obtidos no Relatório de Desempenho 2019. Além dos resultados relativos ao último exercício, a publicação apresenta também o consumo do TRT/RJ relativo a água, energia, papel e outros indicadores ano a ano, assim como o balanço do período 2015-2019.

Saiba mais

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) – por meio do Ato Conjunto TST.CSJT.GP nº 24/2014 – instituíram a Política Nacional de Responsabilidade Socioambiental da Justiça do Trabalho (PNRSJT). O documento apresenta diretrizes que devem ser observadas pelos TRTs ao estabelecerem suas políticas ambientais.

O TRT/RJ instituiu a sua política de responsabilidade socioambiental por meio da Resolução Administrativa nº 9/2016. Um dos meios de implementação desta política, em todas as unidades do Regional fluminense, é o Plano de Logística Sustentável (PLS). O documento – instituído pelo Ato nº 114/2015 – representa um instrumento para auxiliar o Regional a economizar recursos naturais, reduzir gastos e também a revisar padrões de produção e consumo por meio de metas, indicadores, ações e responsabilidades. Além disso, o PLS tem o papel de estimular a reflexão, a mudança nos padrões de consumo e compra, na gestão dos documentos e resíduos gerados e na garantia de um ambiente de trabalho com qualidade de vida.

A unidade responsável pelas ações relacionadas à política socioambiental do Regional fluminense é a CDIS.

assinatura_AIC