Página Inicial

Centenário de Nascimento do Jurista Arnaldo Lopes Sussekind

No ano do centenário de nascimento de Arnaldo Süssekind, o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) promove diversos eventos no mês de outubro: palestras, lançamento de revista especial e exposição no Centro Cultural do TRT/RJ.

Natural do Rio de Janeiro, o Jurista Arnaldo Lopes Süssekind nasceu no dia 9 de julho de 1917.  Graduado em Direito pela então Universidade do Brasil, foi funcionário do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio e em 1942, com apenas 24 anos de idade, foi integrante da comissão nomeada por Getúlio Vargas para elaboração da Consolidação das Leis do Trabalho, juntamente com os juristas José de Segadas Viana, Oscar Saraiva, Luiz Augusto Rego Monteiro e Dorval Lacerda Marcondes.

Considerado uma das figuras mais emblemáticas do Judiciário Trabalhista, atuou como Ministro do Trabalho e Previdência Social no governo Castello Branco de abril de 1964 a dezembro de 1965, época em que as duas áreas estavam unificadas em uma só pasta. Também foi Procurador-Geral da Justiça do Trabalho e Ministro do Tribunal Superior do Trabalho de 1965 a 1971, além de representante brasileiro junto à OIT - Organização Internacional do Trabalho.

Patrono dos advogados trabalhistas, o Ministro e Jurista Arnaldo Süssekind integrou a Academia Brasileira de Letras Jurídicas, a Academia Iberoamericana de Derecho del Trabajo y de la Seguridad Social, a Academia Luso-Brasileira de Direito do Trabalho e fez parte de mais 18 associações culturais e científicas nacionais e estrangeiras, além da Comissão de Peritos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genebra.  Dentre as diversas homenagens, Arnaldo Süssekind recebeu o prêmio Teixeira de Freitas, pelo Instituto dos Advogados do Brasil, e mais de 40 condecorações nacionais e estrangeiras. Participou de quase 200 congressos nacionais como conferencista ou autor de teses e de conferências internacionais, além de ter escrito cerca de 20 livros jurídicos, totalizando 29 volumes e 41 opúsculos (pequenas obras), e mais 26 títulos coletivos.

Em 18 de agosto de 2008, foi homenageado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região - TRT/RJ - cuja sede localizada no prédio do antigo Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio recebeu o nome de Fórum Ministro Arnaldo Süssekind.

O edifício, localizado na Avenida Antônio Carlos 251, no Centro do Rio de Janeiro, havia recebido o nome do ministro há décadas. Entretanto, com a determinação legal que proíbe dar a prédios públicos nomes de pessoas vivas, foi aberta exceção para que o ministro Süssekind recebesse a justa homenagem prestada no saguão do prédio e onde compareceram familiares, vários desembargadores, juízes e representantes de classe.

Faleceu no dia 9 de julho de 2012, mesma data em que completou 95 anos. O velório foi realizado no Centro Cultural do TRT/RJ, localizado no mesmo prédio que recebeu seu nome.