Últimas Notícias

Voltar

Neste 10/5, Dia da Memória do Poder Judiciário, TRT/RJ lança Programa de História Oral

Data de criação: 10/5/2022 12:30:00

Nesta terça-feira (10/5), comemora-se o Dia da Memória do Poder Judiciário, instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Atento à importância da data, o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), por meio da sua Secretaria de Documentação (SDO), lança em seu portal a página do Programa de História Oral, acessível pelo caminho Institucional / Gestão documental e da Memória / Gestão da Memória / Programa de História Oral. A proposta é reunir uma série de entrevistas gravadas com membros do Tribunal ou pessoas diretamente ligadas a ele, criando um acervo de depoimentos para a sociedade que constituem uma fonte importante de pesquisa.

Estão sendo disponibilizadas progressivamente gravações de entrevistas realizadas com os desembargadores Christóvão Piragibe Tostes Malta, Guilbert Vieira Peixoto, Anna Britto da Rocha Acker e com o advogado Benedito Calheiros Bomfim. Também será possível ler a transcrição de cada entrevista através de um link ou QR Code disponibilizado em cada vídeo. Os roteiros, conduzidos pela Divisão de Gestão Documental e da Memória (Didem), têm como ponto de partida três eixos temáticos: fase inicial da história do TRT/RJ;  repercussões do período pós-1964; e rumos da Justiça do Trabalho na atualidade.

A Didem esclarece que História oral é uma metodologia que consiste na realização de entrevistas gravadas com pessoas que podem testemunhar sobre acontecimentos, conjunturas, instituições e modos de vida. Ela possibilita um resgate histórico, através de depoimentos, que revela representações características de uma geração, de uma comunidade, de uma experiência vivida, expressando o sentido atribuído ao passado pelos próprios sujeitos que o protagonizaram. 

Sobre o Dia da Memória do Poder Judiciário

O Dia da Memória do Poder Judiciário foi instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2020, por meio da Resolução CNJ nº 316/2020. A data, 10 de maio, faz alusão ao dia da criação da Casa de Suplicação do Brasil por Dom João VI, em 1808.

A celebração da data visa dar maior visibilidade à memória da Justiça brasileira e à importância do resgate, preservação, valorização e divulgação do seu patrimônio histórico, além de contribuir para consolidar a história institucional do Poder Judiciário.

Confira na página do CNJ a programação de todos os Tribunais para o Dia da Memória.
 

assinatura SCC