Início do menu.
Início do conteúdo.

Ultimas Notícias

Voltar

CRIADA UNIDADE DE JUSTIÇA ITINERANTE EM RIO BONITO

Data de criação: 14/3/2019 14:05:00

sessão do orgao espeical Foi aprovada, em sessão ordinária do Órgão Especial do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) nesta quinta-feira (14/3), a criação de uma unidade de Justiça Itinerante no município de Rio Bonito, vinculada às Varas do Trabalho de Itaboraí. A sessão foi realizada no Plenário Délio Maranhão (prédio-sede).

A proposta foi apresentada, no ano passado, pelo então corregedor do Regional, desembargador José Nascimento Araujo Netto, e ganhou o apoio dos atuais presidente e da corregedora do TRT/RJ, desembargadores José da Fonseca Martins Junior e Mery Bucker Caminha, respectivamente. A proposição alternativa levada para apreciação do Órgão Especial nesta quinta-feira - de criação de um Posto Avançado em Rio Bonito - foi rejeitada pela Corte. “Em um momento de restrição orçamentária severa, a instalação da Justiça Itinerante seria mais viável, pois não demanda criarmos uma estrutura com servidores lotados. E hoje e ainda temos as facilidades do PJe, que encurta distâncias”, defendeu a corregedora durante a votação.

Na Justiça Itinerante, o magistrado designado para atuar em Itaboraí se deslocará até Rio Bonito, para presidir audiências em dias e horários previamente determinados, facilitando a vida dos jurisdicionados e advogados locais. Com a aprovação da proposta, o presidente do TRT/RJ assinalou que pretende levar à Prefeitura de Rio Bonito o pleito para a disponibilização de uma sala na qual possam ser realizadas essas audiências. Atualmente, no TRT/RJ, há também unidades da Justiça Itinerante em Paraty e em Miguel Pereira.

UM MINUTO DE SILÊNCIO

No início da sessão, o presidente do TRT/RJ pediu aos presentes que fizessem um minuto de silêncio pelas vítimas do massacre ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na quarta-feira (13/3).

ELEIÇÃO PARA A CPRSA

À tarde, em sessão ordinária do Tribunal Pleno, foi eleito um novo membro para a Comissão Permanente de Responsabilidade Socioambiental (CPRSA) do Tribunal, o desembargador Mário Sérgio Medeiros Pinheiro, em razão da renúncia do desembargador Marcos de Oliveira Cavalcante. 

Assinatura da AIC